24 setembro 2013

Diário de uma ruiva parte 2: A luta pela ruivo desejado.

Ola Meninas!

     Tem uma introdução em vídeo da parte 1 desse diário aqui. E a luta continua, estou a procura de um loiro claro acobreado, aquele bem difícil de adquirir. Não quero fazer um processo mais complicado, estou tentando somente com tinta, dá pra consegui, dependendo de como esta seu cabelo, só que pode demorar um pouco mais, além se ser uma tinta  que desbota muito rápido, e exige um cuidado mais específico.
     Se seu cabelo é natural, você consegui a cor que deseja mais rápido, se seu cabelo tem tinta escura, talvez você vai precisar de uma breve descoloração, agora se seu cabelo tem tinta loira ou luzes, você pode sim passar o ruivo por cima, mais tem algumas restrições. Se sua raiz esta muito longa, e somente as pontas descolorida, não vai ficar legal, o ideal é retocar a raiz com mechas,ou escurecer um pouco as pontas,ou descolorir a raiz, para posteriormente aplicar o ruivo. Mais isso vai depender muito de caso para caso. Em outra ocasião tento explicar um pouco mais, esse assunto é muito looooongo!!!
     Eis as cores que estou desejando.




O meu cabelo estava assim


Agora vamos verificar minha saga.
A primeira tinta e cor que eu apliquei foi a ElizaFer Nº 7.4 + OX 20 (loiro médio acobreado), e ficou assim.

Com flesh



 Luz natural



Depois da primeira lavada, a tinta desceu pelo ralo, e o cabelo ficou mais marrom que cobre.



Querida, e depois da terceira lavada, meu cabelo ficou horroroso, assim.


      Então depois de lavar o cabelo  apenas três vezes, resolvi que ele deveria ser pintado novamente. Aí fui para a pesquisa na internet, e de cara vi uma menina de usou uma tinta e uma cor que me encantou, e saí a procura da danada. Era a marca ITELY COLORLY, e a cor que eu desejava era 8FA , só que não encontrei, mas, encontrei a 8R + OX20, aí queridas, corri para o abraço. E o cabelo ficou assim.



     Eu quis morre quando vi o resultado, nem de perto era a cor que eu imaginava. Eu nunca lavei tanto o cabelo, desejando que ele desbotasse, sem falar que meu cabelo ficou mega áspero, talvez tenha sido pelo fato de eu ter tingindo duas vezes em uma semana, ou não!
     Detalhe para identificação da cor 8R- Loiro claro cobre avermelhado (nãooooooo)
     E depois de tanto lavar ele ficou muito lindo, mais, ainda  não é a cor que eu quero.


     Depois de 15 dias eu resolvi tonalizar o cabelo, só que fiz isso com tintura permanente, isso mesmo, da seguinte forma.
     Comprei a cor 8.34 da majirel misturei com OX de 10 e creme branco, deixei agir por 30 minutos, não tingiu a raiz, mais deixou um hiper brilho no meu cabelo.




     Mais tudo que é bom dura pouco, ele desbotou, mais já não ficou muito loiro como nas primeiras lavadas. Como a cor 8.34 ficou legal, fui atras da abençoada, e nem falo, não encontrei, que #$#$%¨%...desculpa o calavrinho...rrrrr...então comprei a mesma cor, mais da primeira marca que usei, a ElizaFer.

ElizaFer 8.34 + OX 20





     Até que eu gostei da cor, confesso que ainda estou a procura da cor perfeita. Acho que já estou confusa...rsrsrs...Da próxima vez usarei  a mesma cor do último processo, só que dessa vez aumentando a OX para 30vl.

OBS: A partir do segundo processo foi usado o mix laranja da alfaparf. na proporção de 5cm para cada dois tubos de tinta.

Até a próximo capitulo, e vamso torcer para um final feliz né gente!!!!


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
desenvolvido por jessica chan e programação por rebeca franca